Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

acordem-me quando o Inverno chegar

Um bocadinho de frio, algumas chuvas, neblinas e nevoeiros, sei lá, um tempo assim a modos de Inverno já faz falta. Sem vento por favor, que disso não gosto muito, é que despenteia e isso deixa-me arreliado.

Quando alguém mandar o tal frio pois que mande pouco de maneiras que estas meninas possam permanecer assim bem aconchegadas.

descobri: é por causa do serviço público da RTP-M

É isso, o Telejornal da RTP Madeira é muito importante.
Descobri que temos na nossa ilha uma POLITÓLOGA.
Sim senhores, afinal pelo menos uma a gente tem, e eu que achava que não, estava errado.
A senhora politóloga é uma menina simpática que normalmente se faz passear pela baixa da cidade, e supondo que é única nesta ilha, deve ter uma trabalheira do catano.
Por isso a dita menina é vista muitas vezes alguns metros abaixo do Café Funchal.

memorandum - o meu livrinho das lembranças

TELEJORNAL MADEIRA
Informação - Diária
O Telejornal da televisão mais próxima de si está no ar desde 1972.
Para os telespectadores da Região e da diáspora madeirense espalhada pelo mundo que vê o Telejornal Madeira através da RTP-Internacional.
Os rostos do Telejornal,Luís Miguel França, Luís Filipe Jardim,Vírgilio Nóbrega e Basília Pita levam até si a informação com a garantia de qualidade do serviço público.


Assim de repente ainda me recordo dessas primeiras emissões do Telejornal, com um tal de Senhor Teixeira, boa pessoa que vivia algures na Ponto do Sol e que já faleceu, mais a Maria Luísa, solteira e boa rapariga, sempre fiel ao seu Peugeot, naquele tempo um 403.

apanhados com a boca na botija

Funcionários públicos despedidos por ver pornografia
Podem ficar sossegados, estes ainda não são os funcionários públicos da nossa Madeira. É que aqui ninguém tem tempo para ver pornografia, e isto porque andam quase todos entretidos a fazer. Os que não fazem no trabalho também não têm tempo de ver pornografia e isso porque estão entretidos a falar de quem faz.

Abrupto regional

O rigor na informação do nosso Diário de Notícias impressiona. Então e não é que o Abrupto já é madeirense... e querem ver que o cubano sou eu!!!

Blogues madeirenses


http://a-minha-teia.blogspot.com
Natalie Afonseca

http://abrupto.blogspot.com
José Pacheco Pereira

http://amorsemedo.blogspot.com
Anete Marques Joaquim

http://apontamentossemnome.blogspot.com
Carlos Pereira

http://atitudejota.blogspot.com
JSD

http://bastaqsim.blogspot.com
Miguel Luís da Fonseca

http://berdades.blogspot.com
Marcelino Teles

Rolling Stones

Um gajo achava que os criadores do rock e a maior banda de sempre seriam estes senhores, de facto eles são uns dinossauros e fizeram algumas músicas espectaculares e até fenomenais, mas não as primeiras.
Além do mais o Mick Jagger sempre foi uma figurinha muito especial, o que ajudou os Stones a ganhar um lugar no Top das melhores bandas. A solo ele tem também uns discos porreiros de ouvir.

Prova Oral

É um programa de rádio, na Antena 3, com Fernando Alvim e Raquel Bulha.
Raramente ouvi estes dois e mais os seus convidados, tudo porque é raro ligar a rádio do carro, aquela cantadeira toca sempre CD's, e isso é apenas porque com a quantidade de "furados" nas nossas estradas o rádio ora dá, ora fica mudo, volta a dar, silêncio novamente, e não existe gajo que tenha paciência para isso. É então que mudo logo para os discos digitais com música de chinfrineira.
Mas voltando ao Alvim, hoje peguei no carro e o rádio estava sintonizado na 3, apanhei o programa a meio, e mal percebi o tema, se bem que acho ser sempre o mesmo, algo relacionado com qualquer coisa de oral.
Mal tinha eu percorrido uns 100 metros e já alguém que ligou para a antena fala de sua vida mais íntima, a rapariga de voz meiga e simpática contava que gostava de fazer sexo oral, porreiro pá, pensei eu.
Estranhei foi depois, a dita rapariga disse que gostava muito de fazer o tal sexo oral, mas que os homens normalmente não gostavam de fazer sexo oral às suas companheiras, abismado, fiquei eu.
Andei eu todos estes anos enganado, eu que sempre julguei que para um gajo ser homem tinha de fazer muito sexo oral, pois foi isso que os meus antepassados e mentores sempre incutiram, e bem, na minha inocente cabeça, era eu ainda uma criança. E afinal segundo esta rapariga, que alegou ser também opinião de outras raparigas, existem homens que não fazem e não gostam de fazer sexo oral!!!!
Não sei de onde são esses homens, mas da minha aldeia eles não são, certamente que não.

E é por isso que eu apelo às raparigas de Portugal ( excepto às da minha aldeia ) que, se a vida vos continuar a correr mal, oralmente falando, não hesitem por favor, e venham viver para este cantinho à beira mar plantado.

Pág. 1/5