Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

eu, criminoso, me confesso

Sim sim, é verdade sim, criminoso e anormal, neste caso o anormal é por vir pra aqui confessar o meu crime de hoje. E o meu crime foi ter desperdiçado tanta água no meu prolongado banho da tarde, depois da praia, foi qualquer coisa como mais de vinte minutos debaixo da torneira com água quentinha a correr. Sei que alguns de vós respirou fundo e exclamou "só isso! ufa isso não é crime", mas muitos outros, como o Gil e companhia, normalmente conhecidos como ecologistas, devem estar agora a me chamar nomes feios. E olhem que o crime nem foi só ter demorado tanto tempo no duche com a água a correr, cantar no meu caso é também motivo para alguns anos de cadeia. Aquelas notas desafinadas em tom de cana rachada, arreliam até o mais santo dos meus vizinhos. É claro que mais uma vez, isto assim, contado desta forma nem parece muito escabroso, mas agora imaginem vocês que alguém se lembrava de filmar a minha actuação banhista assim como artística e depois metia o espectáculo no Youtube. Pois, assim já parece mais grave. Para piorar mais um bocadinho, começam as televisões a passar a banhada nos telejornais, as rádios falam disso, os jornais online todos destacam o vídeo, os sacanas dos blogues não escrevem sobre outra coisa.
E prontos, assim já sou mesmo um criminoso, mas até que o duche soube mesmo bem.

4 comentários

Comentar post