Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

ao sétimo dia descansou!

Depois de dançar até encarquilhar todos os músculos que enrijecem o velho esqueleto, fiz uma pausa. Aquilo foi dançar com as duas pernas até não poder mais, mas não ao mesmo tempo que fique bem claro, meia hora a direita, pequena pausa, outra meia hora com a esquerda. E tudo isto resumido apenas a um subtil movimento entre um ligeiro flectir do joelho e um muito leve levantar do calcanhar. Mais do que isso já não é dança, é esforço desumano. Sem esquecer a cabeça, com um rodar harmonioso avigora e dá mais consistência à dança. Para não perder nunca a compostura, a mão esquerda permanece firme no bolso, entretida com alguma bilhardada, enquanto a direita segura o copo plástico com cerveja. Depois da festa, o descanso.

3 comentários

Comentar post