Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

Pensamentos em forma de desafio

O Hélder Robalo muito gentilmente mandou para este pardieiro um desafio, e é que ele nem lhe passa pela cabeça a trabalheira que isto dá, assim depois de muitas horas e algum suor, eis que a muito custo encontrei as 12 palavras de que não gosto.
E elas são, por ordem alfabética:

tornadoiro - porque só um gajo que já regou semilhas sabe o que isso é.
boqueirão - é que um gajo não a pode usar para elogiar uma rapariga de boca grande e linda, imaginem vocês um gajo a dizer "tens um lindo boqueirão".
agoniado - é bom nem lembrar o que um gajo sente depois de engolir uma dúzia de ponchas.
parlapatão - porque são uns gajos com ar janota que sodomizam a gente com um sorriso nos queixos.
emboseirado - esta palavra é de mau agoiro quando na verdade sabe sempre bem ficar pra ali completamente emboseirado na soleira da porta.
coice - só alguém sem tomates não entende a tormenta desta palavra.
jardim - está sempre cheio de ervas daninhas.
escumalha - porque abundam nos nossos jardins.
joeira - por causa daquela conotação a modos de libidinoso de um tal de "altear joeiras".
deputado - faz lembrar um palavrão mas é afinal ainda muito pior que isso.
silvado - são ainda muitas as mazelas no corpo das muitas vezes que trambolhei por ele abaixo.
ventas - por causa das taponas nelas docemente cravadas.

3 comentários

Comentar post