Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

apito final: afinal o Alves também não manda nada

Um dia azedo hoje. Ou melhor, ontem.

Jornada 13 cheia de azar. Mas só para alguns.

Um gajo é convidado para ver esse grande clube, o nosso querido Nacional, convite aceite já que o poiso era um excelente camarote VIP, não o do Alves mas de uns amigos cujos nomes não posso aqui meter para salvaguardar a reputação desses rapazes.

Vai um gajo a caminho do jogo e tanta era a confusão de carros em duzentos metros de caminho dos Pretos que se torna impossível chegar ao estádio da Madeira antes da hora do apito inicial.

É bem evidente que um gajo nestas alturas tem sempre umas ideias de génio. Meu dito meu feito. Telefono ao Alves a pedir para adiar o início do jogo para as sete da tarde em vez das seis e meia definidas pelo calendário. Apenas meia hora, estava convencido que ninguém ia reparar. E foi então que percebi que afinal o Alves também não manda nada. Fala, fala, e mais blá blá blá mas na hora da verdade nem trinta minutos se o gajo consegue atrasar num mero jogo de futebol.

1 comentário

Comentar post