Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

BILHARDEIRO

Agora sem fazer grandes ZumBidos

a TAP que os pariu

Alguém sabe de poupanças neste país?

Não!

E de corte na despesa?

também não.

Já agora, quanto a controlar custos tem ou não alguém nesta terra a perceber um bocadinho do assunto?

NÃO!!

Fazer crescer o negócio também é coisa que dava jeito ter alguém com jeito pa coisa. Existe ou não especialista nesta coisa?

NÃÃÃÃOOOOOOO.

 

Ahhhhhh bom, agora percebi.

Então é por isso que a TAP cortou nas despesas das refeições ligeiras dos seus voos domésticos, mas mantém 5 ou seis "empregados" de bordo a servir bolachinhas ou broas de mel com 30 gramas!!!!

E, já agora, porque razão aos microfones esses empregados de bordo continuam a anunciar que vão servir uma "refeição ligeira" se na realidade o que a malta vai comer é uma reles bolacha???

Não faz sentido! Se querem mesmo poupar, nem precisam alterar o check list, basta não o ler. É que poupavam os ouvidos da malta e o ruído a bordo.

Alguém consegue perceber porque raio são precisas 6 assistentes de bordo para servir, a correr, uma broa de mel de 30gr ???

Nem é. Não percebi. 

Se a TAP não nos quer dar uma sandes de carne assada, um chocolatinho, um bolo seco e uma saqueta de limpeza das mãos e unhas, durante o voo, para a malta não ter de levar de casa uma merendinha debaixo do braço, não tem mal. Só que devem avisar a rapaziada com antecedência. Que é para um gajo tratar do farnel ao mesmo tempo que arruma os trapinhos na mala.

Mas adiante. Agora que sabemos, o problema está resolvido. O dos passageiros, claro. O da TAP nem por isso.

 

Vai uma dica.

Se querem poupar porque não questionam os clientes sobre o que valorizam mais, a comida a bordo? Ou, ter seis trambolhos a fazer de comissários de bordo? ( que é uma espécie de empregado de mesa dos ares )

Eu voto logo na comida. Por mim, não precisam meter um único empregado de mesa dentro da cabine, a comidinha pode ser entregue à porta pelo arrumador de aviões. Eu até dava um euro de gorja ao gajo.